Você vive ou apenas existe?

Em 20/06/2017 , Comments

Sabe quando você busca algo na sua vida, mas nem sabe exatamente o que é? Os anos passam, você sente como se não estivesse vivendo de verdade, às vezes questiona até mesmo o motivo de estar vivo e passando por tantos problemas... É possível ser feliz de verdade e encontrar a sua razão de viver? Te digo que sim! Conheça a linda história da Vânia. 

Viver de verdade ou apenas existir?

Vânia foi muito feliz durante a infância e a adolescência, mas após passar por várias mudanças em sua vida, começou a sentir-se estranha, como se estivesse se afastando da sua verdadeira missão. Ela percebia que não estava vivendo de verdade, estava apenas sendo levada pela vida. Todas as coisas que estava acontecendo com ela, não a preenchiam, não a deixavam feliz de verdade. A faculdade, escolhida apenas porque ela tinha sido atleta na adolescência; o nascimento dos filhos, que se transformou em um desafio, pois ela tinha dificuldade de lidar com a maternidade, sentia que não estava cumprindo verdadeiramente a sua missão como mãe. 

O que fazer da minha vida?

Vânia começou a ficar deprimida... Buscava algo, mas nem sabia exatamente o que queria. E uma mudança de cidade fez com que essa sensação de vazio piorasse, pois ela teve que deixar seus irmãos, seus sobrinhos, suas amigas... Sua vida inteira ficou para trás. Ela achava que, ao se mudar, as coisas seriam diferentes. Mas ela cita uma frase que diz “O nosso mundo está dentro de nós” e foi assim que aconteceu e ela levou na mudança os problemas que já carregava dentro de si. Ela estava tão mal, que o relacionamento com o marido também ficava mais difícil a cada dia. A própria Vânia dizia “Se nem eu mesma me aguento, como os outros vão me aguentar”? 

Como Vânia descobriu a sua missão de vida?

Até que um dia, sua sobrinha indicou alguns vídeos do escritor e palestrante Bruno Gimenes para ela assistir e imediatamente ela se identificou! Principalmente pelo diferencial de não ter vínculo com nenhuma religião. Ao ver os vídeos do O Chamado da Luz, ela se entusiasmou tanto, que sentia como se não pudesse viver mais sem os vídeos. A Vânia finalmente se encontrou espiritualmente e descobriu a sua missão, seus propósitos de vida. Conectada com aquela energia tão boa, tão positiva, ela se sentiu preenchida e, como ela mesma diz “É como se eu nunca mais me sentisse sozinha”.

Clique na imagem abaixo e conheça o conteúdo que ajudou Vânia a não se sentir mais sozinha. 

O Chamado da Luz

Superação para vencer os obstáculos do caminho

Vânia teve que superar várias dificuldades, mas nada a impediu de seguir adiante. Ela tem somente 10% da visão e deixa esse recado de superação “Se eu consegui, qualquer um consegue”! E aprendeu tanto, que decidiu que não poderia guardar esse conhecimento todo com ela. A partir de um Ebook do Bruno Gimenes, Vânia se inspirou, criou um material e deu uma palestra para os amigos. E esse foi apenas o início de um novo caminho, guiado pelo Chamado da Luz, que foi uma redenção na vida da Vânia, porque agora ela tem certeza da sua missão! Ela tem o prazer de poder dizer que está cumprindo o que veio fazer aqui na Terra. Não importa o tempo que levou para descobrir a sua missão, pois ela sabe que a sua verdadeira essência apareceu e não está mais escondida! E como é incrível poder conhecer a sua verdadeira essência, descobrir a sua missão nesse mundo e poder chegar feliz ao final da vida, sabendo que cumpriu os seus propósitos... Não como uma obrigação, mas sim porque somente descobrindo e cumprindo a nossa missão, nós conseguimos ser verdadeiramente felizes!

Clique na imagem abaixo e faça o download do Ebook que inspirou a Vânia:

Ebook Técnica do Papel Dobrado

Veja a própria Vânia contando a sua história AQUI e conheça também outras histórias de pessoas que encontraram a sua missão de vida e vivem mais felizes a cada dia.

Se você conhece alguém que está perdido, questionando a própria vida, sem saber qual é a sua missão... Compartilhe essa história! Faça como a Vânia e espalhe por aí o conhecimento que pode ajudar a vida de tantas outras pessoas.

Deixe aqui embaixo o seu comentário, conta pra mim se você já se sentiu como a Vânia e se você já encontrou a missão da sua vida. 

Forte abraço,

Aline Schulz.