Você tem pressa?

Em 08/04/2019 , Comments

 

Por Regina Cunha

 

O QUE FAZER PRIMEIRO?

Quem inventou a tal da pressa???

Grande parte da humanidade sofre de falta de tempo... As pessoas correm pra lá, correm pra cá e, no fim do dia, a sensação de que não fizeram quase nada do que precisavam ressurge... Elas realmente queriam que seu dia tivesse mais de 24 horas! Você se sente assim? Então quero lhe contar um segredo: provavelmente você pode estar sofrendo de falta de prioridades! Priorizar é executar o que precisa ser feito primeiro. E os critérios de alocação de tarefas no dia a dia possuem características individuais, ou seja, cada um necessita identificar o que é mais importante resolver no momento.

Um fator considerável em relação à falta de tempo  é não se ter pelo menos uma “espinha dorsal” das atividades diárias. Chamo de espinha dorsal uma programação mínima do seu dia a dia, sem muitos detalhes, para não ficar perdido no tempo. Essa organização mínima além de tornar o seu dia mais produtivo, se você fizer, é claro, vai poupar energia do seu cérebro. Deixar tudo na cabeça gera superlotação de ideias e um desgaste cerebral por você ficar buscando a todo instante a próxima atividade a realizar, gerando vários picos de ansiedade durante o seu dia e uma sensação de cansaço sem fim.

Tem pessoas que possuem muita dificuldade de se organizar. Se possui agenda, quando anota, esquece de verificar... Preenche o bloco de notas e fica tudo por fazer... Põe na porta da geladeira e sai correndo de casa todo dia sem olhar pro coitado do papel... E assim a vida vai passando num desajuste sem fim, com a ilusória sensação de que não se tem tempo...

Será mesmo? Será o que faz com que pessoas consigam se organizar e executar o que precisam e outras não, se todas possuem as mesmas 24 horas diárias? Eu acredito profundamente que isso está associado ao alinhamento com o “seu próximo passo”.  Apenas isso: descobrir e realizar o seu próximo passo. O impedimento está em não saber qual é e, mesmo sabendo, não executa-lo...  As vezes o próximo passo traz desafios profundos, algo que você por um motivo ou outro não quer mexer... Talvez por estar sem coragem, por estar doído demais... Mas um conselho eu lhe dou: não adie o seu próximo passo, porque ele só vai deixar de existir quando você o fizer. Isso é fato! Ele é insubstituível, para quem quer ir além! E quanto mais você o adia, mais ele enraíza... Então faça-o agora! Se não conseguir sozinho, peça ajuda adequada!

 

VOCÊ NÃO É A SUA MENTE

Você conhece a “tríade consciencial”? Chamo de tríade consciencial a composição do do cérebro, da mente e da consciência no processo de efetivação do pensamento. Na mente, estão as ideias; o cérebro é o órgão físico que processa essas ideias; e a consciência é você, que decide o que vai fazer, mesmo sem estar presente para esse fato (analogicamente, posso dizer que a mente são os softwares; o computador, o cérebro; e o operador, você). Isso se processa nitidamente nas situações de mudanças de hábitos, em que a mente tende a seguir o caminho antigo, mas você precisa estar presente para dar o comando novo, viver no aqui e agora, se desvencilhar das prisões do passado e do futuro.

Compreender que você não é a sua mente é libertador! Quer algo mais produtivo do que você saber que está no comando e que “dita” as novas regras? Você é uma consciência superior. Tudo que a sua mente produzir, você não precisa concordar! Você está no comando! Entendeu? Quando for preciso, recalcule a rota... Perdoe-se e se ame...É você o responsável por viver a sua melhor versão a cada dia!

 

CRENÇAS LIMITANTES: NÃO MEREÇO SER FELIZ E SER RICO É PECADO

Você conhece as suas ”crenças limitantes”? Crenças limitantes é tudo aquilo que você acredita que está lhe impedindo de ser feliz. E é prioridade você sentir se está alinhado à crença do não merecimento, de achar que não merece a felicidade, que precisa ser perfeito para ser feliz e ser amado; bem como, à crença de que ser rico é pecado, de que é errado desejar bens materiais, de gostar de dinheiro...

Veja bem, não existem mudanças sem ressignificados! Então, bora ressignificar, pensar diferente, enxergar a vida com outros olhos, desanuvear, trocar as lentes... Dessa forma, ressignificando, as crenças empoderadoras são: EU MEREÇO SER FELIZ COMO SOU E SER RICO É SINTONIZAR COM A ABUNDÂNCIA DE DEUS.

O cuidado está em não se esquecer de respeitar o direito do outro e não sintonizar com o desnecessário. No primeiro caso, refiro-me à regra de ouro universal “faça aos outros o que gostaria que fizessem a você e aos seus”; no segundo caso, refiro-me à milagrosa “lei do vácuo”, ou seja, desapegar daquilo que não lhe serve ou não lhe convém mais, que gera energias de escassez na sua vida. E atenção aqui, porque apego não é só a bens materiais, você pode estar apegado a pessoas, bichos de estimação, a seu ideais, a manias... e não estar percebendo. Para seguir em frente é preciso deixar algo para trás... Não subestime a LEI DO VÁCUO! Coisas paradas e ideias não renovadas estagnam a energia: do seu lar interior (corpo físico) e do seu lar exterior (sua casa).

E isso precisa ser sentido, não basta ser um processo mental... É imprescindível que mente e coração estejam numa mesma sintonia de abundância e prosperidade.

 

CUIDADO COM A DISTRAÇÃO

Pegar o celular ao acordar apenas por 5 minutos, que viram hora e todo dia sair correndo pro trabalho; entrar no facebook só para dar uma olhadinha e não perceber o tempo passar; ficar horas em sites de compras sem nem saber na verdade o que deseja comprar... Sentar em frente a TV e se sentir “enraizado”... Não sei se isso já aconteceu com você, mas é válido avaliar como está a sua relação com as mídias sociais. Quanto tempo do seu dia você passa conectado com o que não é necessário?... Isso pode estar lhe tirando do foco da sua prosperidade.

A sua distração também pode estar em horas de bate-papo com os vizinhos; horas ao telefone, “jogando conversa fora”, ou qualquer outra atitude que desfoque você do seu objetivo. Perceba se as suas ações são as suas prioridades!

Uma releitura da distração é você observar se ela não está sendo uma fuga para não fazer o que precisa ser feito... Você pode ter a sensação de ter feito muito no seu dia, mas pode ter realizado apenas o que não faz a sua vida valer a pena. Não basta fazer, precisa ser congruente... Ocupar-se não é produzir... Pense nisso!

A distração corrompe o seu tempo...

A incongruência invalida a sua conquista...

 

FAXINA EMOCIONAL

A princípio, pode parecer estranho, mas você já parou para observar como as suas emoções influenciam no seu tempo?

Qual tem sido o seu ponto de atração?

Já observou se passa a maior parte do seu dia vibrando na reclamação, na raiva, na mágoa, no arrependimento, ou se vibra mais na gratidão, na alegria, na paz, na doação?

As emoções afloram nos relacionamentos... Com você, com os outros, situações ou lugares... Daí a importante de compreender o papel do outro na sua vida! Na verdade o outro é um Instrumento Divino que veio lhe mostrar o que você precisa curar... Então se você sentiu raiva é porque ela está dentro de você, não no outro, compreende? Da mesma forma, se você sentiu benevolência é porque ela está dentro de você...

É preciso separar o outro do seu papel... Como a vida fica mais leve!

O seu coração é como um ímã que atrai as situações que você precisa experenciar, para se tornar uma pessoa melhor a cada dia!

Quando você começa a compreender isso, a cura nos seus relacionamentos internos e externos começa a se efetivar! É um processo... Sempre teremos algo a transformar... Por isso pra que a pressa? Você só precisa fazer o seu próximo passo!

 

CESSANDO A PRESSA

O meio mais eficaz que conheço de cessar a pressa é você conhecer, aceitar e entrar no fluxo do que precisa ser feito agora. Colocar o seu próximo passo como prioridade na sua vida.

A pressa está diretamente associada a você querer, mesmo que inconscientemente, criar mil atividades, para substituir o seu próximo passo. A pressa é uma ilusória estratégia de compensação mental. É a sensação de querer fazer tudo e no fundo não fazer nada... É um vazio que não pode ser preenchido por nenhuma outra atitude, a não ser o que a vida está lhe pedindo no momento. Apenas isso...

Quando você está alinhado com o seu fluxo de felicidade, você não precisa mais da pressa para justificar nada... Para compensar nada... Você apenas está no seu lugar... Você conseguiu se reencontrar!

 

7 PASSOS PARA MELHORAR A SUA PERFORMANCE

Para lhe ajudar a ter uma vida cada dia mais feliz, sem pressa, compartilho um exercício que você pode começar a fazer já!

O PRIMEIRO PASSO

Depure o seu amor por você. A sua felicidade se inicia na autopermissão, para ser feliz. Interiorize, medite, procure você em você, não no outro... Cuide-se mais, elogie-se todos os dias, seja paciente contigo, porque as mudanças precisam de um processo para concretizar! Não tem como “fazer o acabamento se as paredes não estiveram de pé”. Comece do início... Você não precisa ser perfeito, apenas dê o seu melhor! 

O SEGUNDO PASSO

Faça a sua coluna organizacional. Planeje, execute, avalie e comemore o seu dia. Analogicamente à sua coluna vertebral, você precisa ter uma estrutura/ base para “o seu dia não cair”. Conscientize-se disso.

O TERCEIRO PASSO

Coluna organizacional – a prática

PLANEJE: organize as ideias.

Num quadro ou numa folha de papel, desenhe a sua coluna organizacional. Faça uma lista das tarefas que você precisa executar para criar a sua ROTINA DO DIA FELIZ. Afixe ou escreva próximo às vértebras as suas atividades prioritárias, que você não pode deixar de fazer no seu dia, como por exemplo, cuidar de você (da sua energia, higiene pessoal, tomar água, alimentar em paz, respirar fundo, meditar), trabalhar, levar crianças na escola, cuidar da alimentação da família... Depois faça o mesmo com as atividades secundárias, que são importantes, mas não precisam de execução diária (uma a três vezes por semana), como por exemplo, atividade física, fazer a unha, cuidar do cabelo, visitar a família, hobby, que devem ser colocadas mais afastadas das vértebras. Agora inclua as atividades eventuais, executadas num espaço maior de tempo (mensalmente ou num período maior), como por exemplo, ir ao teatro/ cinema, rever os amigos, fazer um voluntariado, devendo ser colocadas a uma distância ainda maior das vértebras. Você pode usar post-it ou canetas de cores diferentes, para uma maior clareza mental. Isso é para você obter uma programação visual da sua rotina feliz. 

O QUARTO PASSO

Coluna organizacional – a prática

PLANEJE: monte a sua rotina feliz. 

Agora é hora de alocar as suas atividades. Decantar, desapegar... Se precisar. Utilize um quadro, um caderno ou um calendário diário. Primeiro você irá preencher as suas atividades com horário fixos, que não podem mudar, como horário de trabalho e da escola das crianças. Distribua nos horários vagos as demais atividades. A questão aqui é fazer com que as suas atividades caibam no seu dia e não o contrário (querer “esticar o dia” para comportar suas atividades). Você pode deparar com a situação de estar faltando tempo... Então você terá três opções: (1) verificar se não tem alguma atividade que pode ser eliminada; (2) averiguar atividades que podem ser delegadas; (3) fazer um rodízio entre as atividades. Agora coloque um prazo exequível para você fazer isso. Lembre-se que quando mais rápido fizer, mais rápido serão os resultados. 

O QUINTO PASSO

Coluna organizacional – a prática

EXECUTE: faça o que foi planejado.

Coloque a sua ROTINA DO DIA FELIZ em local que visualize todos os dias. Habitue-se a verifica-la e executa-la diariamente (coloque lembrete no celular, se for necessário). Tenha fácil acesso a ela (tenha uma cópia na carteira ou no celular). E como você não é a sua mente, decida com a consciência, toda vez que a mente lhe aconselhar a desistir do que precisa ser feito. Utilize o autoperdão, se precisar, porque as mudanças são um processo... Transforme os seus desacertos em aprendizados!

Sem ação não há transformação,

Sem autoperdão não se adquire consistência,

Sem consistência não se alcança a conquista!

O SEXTO PASSO

Coluna organizacional – a prática

AVALIE: verifique o que foi executado.

Faça uma lista diária de tudo o que você conseguiu executar! Isso é muito importante, para a cada semana você registrar os seus avanços!

Cole ou desenhe uma carinha no seu dia avaliado: VERDE de parabéns (mais de 50% das atividades realizadas), AMARELA de alerta (50% das atividades realizadas) e VERMELHA de eu consigo ser mais (menos de 50% das atividades realizadas).

Se necessário for, revise e realoque as suas atividades, porque a vida acontece “sem nos pedir permissão”. Flexibilize...

O SÉTIMO PASSO

COMEMORE: vibre com o que foi conquistado.

Vibre com todas as suas vitórias, pequenas ou grandes! AGRADEÇA, APRENDA com as suas derrotas e TRANSFORME desafios em oportunidades de crescimento contínuo!

Não deixe “o seu dia cair”. Cuide da sua coluna organizacional. Ela é a sua base.

Se algum dia estiver muito difícil, você tem o direito de viver seus lutos, curar suas feridas... Seja consciência... Parabenize-se por não desistir de ser feliz, porque essa é a sua verdadeira natureza, essa é a sua essência: a felicidade!

Encontre o seu lugar no mundo e se fortaleça nele!

Um grande abraço!

 

Conheça mais sobre meu trabalho clicando na imagem abaixo.