Quer sair do piloto automático?

Em 15/04/2019 , Comments

 

Por Regina Cunha

 

COMO SE EQUILIBRAR: AUTOCONHECIMENTO E DIREÇÃO

Atualmente uma parcela considerável da sociedade está vivendo no piloto automático. Apertam o “play” e vão... Vivem num ritmo frenético e repetitivo, dia após dia, numa sensação sem fim de não se ter tempo pra nada, inclusive para ser feliz... É um círculo vicioso de atividades constantes, sem resultados esperados. Um vazio no peito que nenhuma correria é capaz de suprir... Então o estresse se faz constante, a insatisfação com a vida é uma realidade, que só faz afastar a felicidade, que talvez você acredite que vai chegar somente quando comprar o carro dos seus sonhos, quando morar na casa com piscina, quando as férias chegarem, quando conseguir emagrecer, quando pagar suas contas, quando fizer as pazes com quem brigou, quando, quando, quando... A questão é que você precisa aprender a ser feliz agora... E a felicidade está no equilíbrio... O equilíbrio mora dentro do seu coração... E só você pode encontra-lo. Está em você, não no outro. Está dentro, não fora. É só você conectar!

Eu acredito profundamente que as duas perguntas de ouro para alcançar o equilíbrio são: “Quem sou eu?” e “Para onde vou?”. Autoconhecimento e direção são as “duas chaves” para você se libertar das amarras do ego, para viver sintonizado com a sua essência. Quem não sabe quem é, geralmente quer ser o outro; quem não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve... Acontece que você é único. Cada um possui o seu lugar no mundo. Você precisa tomar posse do seu. Apenas isso... Não existe sobreposição. Ninguém pode ocupar o lugar do outro. Enquanto você não ocupar o seu lugar, ele simplesmente estará vazio...

Você já parou para se perguntar quais são os seus sonhos? Aqueles que realmente lhe fazem feliz, que lhe preenchem por completo, gerando-lhe uma sensação de estar no melhor lugar do mundo e não os que os outros acham que pode ser melhor pra você!

Para mim a segunda maior dor do ser humano é não saber para onde ir; a primeira, é não se amar, não se aceitar... Então a solução está em amar você como você é e seguir o seu caminho. Não queira ser o outro, nem seguir o caminho dele, porque isso não vai funcionar. Costumo dizer que existem coisas na vida que não podemos fazer pra ninguém e ninguém pode fazer por nós. Evoluir é uma delas... E equilibrar é evoluir... Encontrar o seu lugar e tomar posse dele... E você só vai conseguir encontrar o seu lugar sem sofrimento se você descobrir e amar quem você é, porque doer faz parte, mas o sofrimento é opcional. Esse é o caminho mais objetivo, certeiro, de sucesso garantido que conheço! Autoamor e ação congruente com seu propósito são as bases da sua transformação. Isso vai fazer você mudar pra melhor!

É válido esclarecer que amar você não quer dizer isolar-se do outro e do mundo, porque no seu caminho o outro sempre estará presente, pois na verdade estamos todos conectados: todos somos um! É de suma importância o seu equilíbrio para o bem da humanidade. Você já parou para pensar sobre qual energia tem emanado pro mundo? Luz ou sombra? Como tem sido os seus dias? De reclamação ou de gratidão? O que você sente não fica só pra você. Você compartilha naturalmente...  E o equilíbrio não quer dizer a negação da sua sombra, mas a sua aceitação e transmutação no melhor de você mesmo, sem excesso de autocobranças, através do respeito aos seus limites e do respeito mútuo.

Equilibrar é sintonizar com o seu coração e fazer o que ele está lhe pedindo. Bora lá!

 

ESSE TAL DE EGO

Você acha que o ego é ruim?

Acredito que essa é uma consciência um tanto quanto coletiva em relação ao ego, mas ele não é ruim assim. É através do ego que você consegue experimentar a sua individualidade, construir a sua própria história. O ego registra a sua personalidade.

Aprendi que na vida não existem culpados, vítimas ou vilões. Os processos individuais e coletivos estão em contínuo aperfeiçoamento e, sim, existem os responsáveis por suas próprias ações, sem julgamentos ou rótulos, porque no fundo o que você está experienciando, você é quem está atraindo...

Na verdade, você provavelmente precisa ressignificar o seu ego. Ele não é um mal que você precisa arrancar, até porque isso não é possível... Você precisa compreender que ele no fundo é um amigo que está lhe mostrando os seus pontos de melhora, que você pode tender a não aceitar, a achar que não lhe pertencem, numa tentativa ilusória de esconder a sua verdadeira identidade. E está tudo bem, não precisa ter vergonha de Deus, porque Ele lhe ama do jeitinho que você é. Ele acredita na sua superação constante. Você só precisa fazer o mesmo. A perfeição é um “preço” muito alto, que você não tem condição nem necessidade de “pagar”. Não sei se você sabe, mas você pode errar... O erro é inerente aos aprendizes da Terra e você é um deles. Não é o erro ou o acerto que vai fazer você vibrar em alta sintonia, mas como você se relaciona com cada um deles. A sua felicidade não depende das situações que vivencia diariamente, mas como você pensa, sente e age em relação a elas. O ponto de referência do seu sucesso é você. Exemplo de situação cotidiana: você estacionou o seu carro na rua, respeitando a faixa da vaga, como de costume e quando retornou outro motorista parou o carro colado na sua porta. Você pode esbravejar e acabar com seu dia ou você pode simplesmente dar a volta e entrar pela porta do passageiro, sem se envolver negativamente a situação. Você não pode mudar o outro, apenas você mesmo. Pense nisso!

 

AUTOCONHECER-SE

Você sabe quem é você? Suas dores, suas alegrias, seus pontos fracos, seus pontos fortes? O que lhe deixa chateado e cabisbaixo, o que lhe causa felicidade e euforia; o que lhe traz raiva e transtornos, o que lhe sintoniza com a sua paz?  Se você não sabe, para se equilibrar, você precisa se movimentar para saber.

É preciso se permitir sentir... Não tenha medo de se conhecer. Independente dos pontos que tenha a melhorar, a sua sintonia dependerá do quanto você decidir alimentar a sua luz! Acredite!

Compartilho com você 3 ferramentas de autoconhecimento:

Primeira ferramenta – a Gratidão

Quando você agradece, você está se aceitando do jeito que você é, sem cobranças, sem julgamentos... E isso é maravilhoso! Você entra no fluxo da paz...

Agora, cuidado, porque gratidão não é acomodação. Aceitar não é deixar como está. É justamente você se fortalecer em quem você é hoje, para ser cada dia melhor amanhã.

Talvez você possa achar estranho quando você agradece com a mente, mas no coração ainda sente um desconforto. Saiba que está tudo bem. Esse é o tempo de transição: do alinhamento da sua mente com o seu coração. Apenas isso...

Segunda ferramenta – a Meditação

Para mim a meditação é uma forma de introspecção fantástica. É encontrar Deus em nós. É a conexão com a essência! Ela aumenta o seu tempo de reação em relação às situações estressantes, que você vivencia lhe dando oportunidades de fazer escolhas cada vez mais saudáveis.

Muitas pessoas acham que não conseguem meditar, porque a mente não para de pensar. Mas essa não é a intenção! Você vai se desprendo dos seus pensamentos acelerados com o tempo... Eles vêm e você apenas os deixa ir...

Existem pessoas que possuem muita dificuldade de ficar paradas, “sem fazer nada”. Se esse for o seu caso, não se preocupe, porque você pode ir encontrando “o seu jeito de meditar”. Inicie com o que lhe traz paz: ouvir música, respirar profundamente, caminhar na natureza, apreciar o canto dos passarinhos, cuidar da horta, passear com seu bichinho de estimação, uma boa conversa, até você se sintonizar de maneira mais introspectiva com o melhor de você mesmo!

Terceira ferramenta – a Astrologia

A Astrologia é uma ferramenta profunda de autoconhecimento, especialmente o ramo da Astrologia Kármica, que considera para a abordagem da sua missão atual, a sua relação com vidas passadas, em prol de viver a sua experiência Divina aqui na Terra, pois somos seres espirituais vivendo uma experiência terrena e não o contrário.

O Mapa Astral, também chamado de Carta Natal é a “foto astrológica” na hora do seu nascimento. É a posição correta dos planetas e dos signos astrológicos em relação à Terra, no momento em que você nasceu. É importante considerar que você nasceu em tal signo, porque já possuía as características inerentes a ele e não possui essas características simplesmente por ter nascido nesse signo, ou seja, ao nascer os astros estavam alinhados de tal forma à sua personalidade adequada para melhor cumprir o seu Karma.

A Revolução Solar é a “foto do seu mapa anual”. Num período entre um aniversário e outro são analisadas as oportunidades e os desafios que podem surgir, os seus sentimentos mais presentes, em qual área da sua vida será mais produtivo você focar, fornecendo-lhe orientações, para obter um aproveitamento melhor desse momento.

Os Trânsitos Astrológicos estão relacionados aos constantes movimentos dos planetas comparados com a posição que ocupam no seu Mapa Natal, modificando a dinâmica de cada período da sua vida, para maior tensão ou maior harmonia.

Além disso, a Era Astrológica de Peixes, em que nitidamente o foco era seguir um padrão pré-definido já ficou para trás. Agora estamos na Era Astrológica de Aquário. Essa é a era do autoconhecimento, de você encontrar o seu caminho, não mais pelo sofrimento, mas pelo amor. Eu a compreendo como a era do autoconhecimento coletivo, em que você necessita buscar a sua individualidade, sem se esquecer que você faz parte de um todo.

Atualmente existe muita informação disseminada no mundo, mas você não precisa saber tudo. Você precisa saber apenas o que sintoniza com você. Isso vai deixar a sua vida bem mais leve. Tire da sua “mochila” tudo o que você não precisa mais. Deixe o “velho” ir embora, para o “novo” poder entrar.

O autoconhecimento amoroso é a libertação de querer ser o outro, para ser você mesmo!

 

PARA ONDE VOU?

Você sabe qual é o seu caminho? O que faz você feliz? O que preenche a sua alma? Se você não sabe, para se equilibrar, você precisa se movimentar para saber. É preciso se conhecer...

O seu caminho está associado ao seu lugar no mundo. A ser tudo o que você nasceu pra ser.

Não sei se você sabe, mas o seu maior objetivo aqui na Terra é curar as suas emoções aflitivas, independentemente quais forem: raiva, ódio, mágoa, cobiça, medo paralisante, inveja, ciúme, apego, orgulho, perfeccionismo exagerado... O nosso instrumento é a nossa missão, o que você mais ama fazer na vida. E ela não precisa ser necessariamente a sua profissão, mas você precisa encontrar um tempo para fazer o que você ama. Aqui a vida floresce sem limites!

Evite comparações exteriores. A comparação saudável é apenas com você mesmo, vivendo a cada dia a sua melhor versão. Não compare o seu “bastidor” com o “palco” do outro: você não conhece o bastidor dele. E cada um possui o seu palco e o seu bastidor... São processos especialmente únicos!            

A questão é que não existe Karma mais leve ou mais pesado que o outro. Existe o karma necessário para você se tornar uma pessoa melhor. A propósito, talvez você precise também ressignificar o seu Karma! Karma não é castigo por não fazer bem feita a “lição de casa”. Ele é a sua oportunidade de fazer diferente, portanto, aproveite-a.

O mundo precisa da sua colaboração! Qual tem sido a sua doação?

Não queira ser aquém, nem além... Seja apenas o que precisa ser... Se você nasceu para ser uma macieira, não queira ser uma laranjeira, porque você vai morrer tentando...

Seguir o seu caminho com amor é a libertação de querer viver a vida do outro, para  construir a sua própria história de sucesso! Avante!

 

PRÁTICA EVOLUTIVA

Talvez você não saiba que evoluir é prática; congruência e consistência com o objetivo almejado. Dessa forma, compartilho com você um exercício para você colocar “a mão na massa” já:

  • Pegue uma folha de papel e uma caneta.
  • Anote 7 situações que lhe faz muito bem, que você ainda não está fazendo e que ajudará o mundo a ser melhor e selecione 4 (exemplos: um horário para brincar com seu filho, fazer ou comprar a sua comida saudável, participar de um grupo de estudo sobre espiritualidade, fazer um voluntariado, fazer uma doação para uma instituição de caridade de sua confiança, praticar atividade física, beber mais água, fazer momentos diários de gratidão, etc.). Está tudo bem se não envolver diretamente outra pessoa, porque se você está bem, consequentemente já está contribuindo para um mundo melhor.
  • Agora escolha uma delas para praticar no prazo de uma semana.
  • Observe e anote as emoções envolvidas, se foi desafiador ou não executa-la e o motivo, além de registrar como essa ação ajudou você a contribuir com um mundo melhor.
  • Sinta se você ficou mais leve, mais feliz, ao realizar essa ação. Compartilhe! Eu vou adorar saber!
  • Repita o processo por mais 3 semanas com as demais ações.

Muita paz no seu caminho!

Um grande abraço!

 

Conheça mais sobre meu trabalho clicando na imagem abaixo.

 

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário e continue seguindo o nosso blog!

Um forte abraço.