Mães Especiais

Em 12/08/2019 , Comments

Por Regina Cunha

 

KARMA OU BENÇÃO?

Mães especiais. Aprendi essa expressão com a minha orientadora de óleos essenciais. Mais uma alma profunda, que Deus me permitiu conhecer nessa existência e a quem tenho imensa gratidão! Ela criou um projeto para auxiliar as mães de filhos autistas com a utilização dos óleos essenciais, que são substâncias curativas naturais extraídas diretamente das plantas, inclusive registrando o antes e o depois da utilização de mais essa benção da natureza.

Há alguns dias me deparei com uma entrevista concedida por Chico Xavier à Hebe Camargo em dezembro de 1985 e publicada em 16/07/2008 no YouTube, sobre filhos excepcionais, que tocou profundamente o meu coração. Hoje, 02/08/2019, no restaurante onde almocei estava passando uma reportagem de uma mãe especial de um filho autista que foi literalmente dispensado de uma festa, num grupo de WhatsApp pelo fato de ele incomodar as outras crianças. Então abordei isso como um sinal do Universo e decidi compartilhar com o mundo, através desse singelo texto essa entrevista. Na ocasião, Chico comentou que uma mãe lá em Uberaba o perguntou sobre o seu sofrimento, porque ela ficava muito angustiada por ter um filho excepcional e ele simplesmente lhe respondeu a orientação recebida de Emmanuel:

“A maternidade é um privilégio que Deus concedeu à mulher. Toda mulher desfruta desse privilégio da Providência Divina, mas os filhos excepcionais são confiados tão somente às grandes mulheres que têm a capacidade de amar até o infinito.” (grifo nosso)

Muito profundo isso, não?

Então este texto vem homenagear todas essas grandes mulheres, guerreiras, que lidam com a superação a todo instante. Para essas mães eu quero dizer que o/a seu/sua filho/filha não é um castigo e que você não tem culpa de nada, absolutamente nada. A sua capacidade de amar incondicionalmente até o infinito lhe proporcionou essa experiência desafiadora e que por mais difícil que possa estar nesse momento, eu gostaria que você se sentisse profundamente amada. Quero que saiba que você não está sozinha. Eu como muitas pessoas no mundo honramos profundamente a sua vida e a vida do seu/sua filho/filha. O preconceito dos outros é porque o ser humano ainda está aprendendo a lidar com as diferenças, mas isso nada impede as pessoas começarem a ressignificar! No caminho do amor, ao qual estamos todos sendo convidados a trilhar, não cabe mais a intolerância... E eu acredito profundamente no dia em que a humanidade vai enxergar o diferente como especial, como as almas que através dos seus aprendizados individuais, vieram ensinar o mundo a amar, amar incondicionalmente. Isso é tudo...

A humanidade precisa aprender a amar mais.

Bora compreender a excepcionalidade das crianças especiais!

 

 A PRÁTICA

Apenas uma reflexão: como você lida com as pessoas diferentes/especiais? Você o trata como gostaria de ser tratado?

Quero muito saber se esse texto tocou o seu coração e de que forma. Compartilhe comigo!

 

Muita luz no seu caminho!

Chuvas de amor na sua vida!

Um grande abraço!

 

Conheça mais sobre meu trabalho clicando na imagem abaixo.