Você é humilde ou arrogante?

Em 13/05/2019 , Comments

Por Regina Cunha

 

SER HUMILDE NÃO É SER POBRE!

Humildade originou-se da palavra HUMUS, utilizada nas línguas grega e latina, que significa “terra”. Humildade é a virtude humana de não ser superior, de conhecer as suas próprias limitações/ fragilidades e agir de acordo com a própria consciência.

Geralmente a sociedade associa inadequadamente a situação de ser humilde com pessoas carentes, que se apresentam publicamente com vestuário simples, que aceitam tudo de “bico calado” (por vezes para evitarem conflitos se anulam) e vivem com profundas dificuldades financeiras.  

Arrogância é uma característica humana de desprezo e preponderância  sobre o outro, tendo em vista uma suposta superioridade que aniquila com o respeito no relacionamento humano.

A verdade é que existem pobres e ricos humildes, como existem pobres e ricos arrogantes.

A humildade não está no bolso, está na alma!

Humildade é diferente de autoanulação!

 

PESSOAS HUMILDES

Pessoas humildes aceitam as suas fragilidades, não apresentando maiores problemas com a ilusão da perfeição. São praticantes do respeito mútuo em seus relacionamentos e estão abertas “pro novo”, para o que não conhecem, o que lhes favorecem uma expansão de consciência sem fim. Elas não necessitam de ostentação e praticam a caridade de coração, sem necessidade de serem reconhecidas por isso. Compreendem que o papel do outro na sua vida é de simples instrumento de identificação das suas emoções a curar. São pessoas que estão dispostas a dialogar e não convencer o outro dos seus ideais, com o intuito de sempre ensinar e aprender.

Pessoas humildes contribuem para o progresso da humanidade!

 

PESSOAS ARROGANTES

Pessoas arrogantes acham que “têm o rei na barriga”, que sabem tudo, não respeitam a opinião dos outros, porque a sua sempre é a melhor. Além disso, acham que os outros sempre têm que estar a sua disposição e fazer o que lhes convêm no seu tempo, senão são taxados de “moles” ou sem ação: “Nossa fulano é mole demais; ciclano é completamente apático!”. Entretanto, não percebem que eles é que estão acelerados demais e/ou não estão respeitando o tempo do seu semelhante. Também são arrogantes aquelas pessoas que não gostam de pedir ajuda, quando não estão dando conta de resolver o problema sozinhas. Ficam de toda forma tentando sustentar uma fortaleza que não existe mais e que, na verdade, talvez nunca existiu...

Pessoas arrogantes precisam aprender a lidar com seus limites e aceitar as suas fragilidades!

 

QUAL É O SEU PERFIL?

Na verdade acredito que não somos 100% nem um, nem outro. O que precisamos fazer é uma autoanálise, para verificarmos os nossos “pontos humildes” e os nossos “pontos arrogantes”. E está tudo bem! Nossa humildade se encontra naquilo que tendemos a aceitar e expandir; nossa arrogância está naquilo que tendemos a negar é esconder. Apenas isso...

Vou compartilhar com você sete perguntas como convite a essa reflexão:

1)    Você acha que ser pobre é ser humilde?

2)    Qual a sua reação/emoção quando sua idéia não é a aceita?

3)    Você tem dificuldades de pedir ajuda?

4)    Você possui o hábito de falar que tudo seu é melhor?

5)    Você quer que os outros façam as coisas para você no seu tempo?

6)    Você compreende o papel do outro na sua vida?

7)    O que você fez ou aprendeu de novo nos últimos 3 meses?

Se permita à autodescoberta! Responda às perguntas e compartilhe suas sacadas! Eu vou adorar saber!

O ponto fraco do ser humano é querer ser forte, quando ele precisa apenas ser frágil.

 

Muito amor na sua vida e muita  luz no seu caminho!

Um grande abraço!

 

Conheça mais sobre meu trabalho clicando na imagem abaixo.

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário e continue seguindo o nosso blog!

Um forte abraço.