Entregue!

Em 27/01/2021 , Comments

Por Giovanna Luz

 

A grande maioria de nós, seres humanos, vivemos divididos em tentar controlar todas as situações ao nosso redor e o "deixa a vida me levar, vida leva eu". Ou nos obcecamos em planejamentos infindáveis ou não planejamos absolutamente nada.
Eu jamais viveria uma vida sem sentido, sem esperar que eu amanhã seja melhor do que eu era ontem, sem me sentir caminhando em alguma direção. Acredito que você, por estar lendo esse artigo, também tenha a veia do Buscador, e não deseja simplesmente ver a vida passar e o tempo se esgotar em dramas e burocracias. Mas, muitas vezes desejamos tanto um resultado positivo pra todas as nossas buscas que às vezes nos esquecemos de relaxar e desapegar das consequências. Isso pode ser pesado demais, causando dores nas costas e preocupação excessiva. Sei bem o que é isso, acredite!

 

Confie no Universo

Um dia me cansei de tantos planos frustrados, mas como não sou de entregar os pontos, não desisto fácil, tive a bênção de encontrar professores incríveis da arte do equilíbrio, que me mostraram a medida certa em fazer a minha parte e confiar no Divino.
"Deus ajuda a quem cedo madruga", já diziam as avós... Elas não diziam que faríamos todo o trabalho sozinha, não... existe uma parte que não depende de nós. E cabe a nós desenvolvermos Confiança. Tendo feito a parte que nos compete, entregamos ao Divino o resultado.
Uma das mais lindas orações que aprendi nos ensina a, depois de conectar o nosso coração com a nossa intenção mais sincera (faz parte do ato de orar ter clareza de onde queremos chegar), entregar em pensamento aquilo que nos é mais caro aos cuidados de Deus. E assim, muitas vezes o lugar que realmente chegamos pode ser surpreendentemente melhor que o que desejamos.

 

Foco na solução

A querida Amanda Dreher, em uma palestra inesquecível, disse uma vez que os desafios (os problemas) podem ser divididos em três categorias: os meus, os dos outros e os de Deus. Destes três, o único com o qual realmente devemos nos ocupar, é claro, é o nosso. Isso já diminui imensamente o fardo que carregamos em nossos ombros. E dos que nos sobram, restará muito mais tempo e energia pra focar na solução.
Focando na solução das questões que precisamos resolver, investimos nossa mente e nosso coração. Mas mesmo destas questões ainda será necessário desapegar. E isso não, não é deixar a vida levar, pois já fizemos todo o possível, já plantamos, então a colheita virá, mas no tempo e da forma que não podemos controlar.
Parece um tanto assustador, mas também é libertador, compreender que não somos a mulher-maravilha ou o senhor-sabe-tudo. Mas vale experimentar... entregue! A cada respiração, inspire para receber o que o Universo oferece, e expire para entregar todas as expectativas e anseios. E se surpreenda!

Conheça mais sobre o meu trabalho clicando na imagem abaixo.