Desafios de quem convive com uma pessoa que está se sentindo vazia

Em 18/03/2017 , Comments

Um vazio no coração

Já observou que quando estamos com alguém que se sente vazio é extremamente delicado conviver com ele? Que existem alguns motivos que levam a relação a situações extremas? Que a médio e longo prazo essa pessoa pode mudar completamente ao ponto de você não mais reconhecê-la?

Por que sinto um vazio insuportável?

Já se perguntou por que o número de pessoas que se sentem vazias só aumenta? O que há por trás dessa sensação de angústia, de que falta algo?  Esse grande vazio já está sendo considerado uma doença da alma (Quer a ajuda das plantas para mudar isso? Acesse AQUI e saiba mais como) pelo fato da essência das pessoas estarem desconectadas ao que elas vieram viver nessa vida atual. Elas desconhecem a sua missão de vida e, com isso, se perdem de si mesmas.

Me sinto vazio

Você, eu, nenhum de nós fomos preparados para lidar de forma adequada com o propósito da vida. Nós fomos estimulados a acumular conhecimentos, conquistar bens materiais, acreditar que a vida se resumiria a trabalhar, constituir uma família, viver o que seria esperado de nós. Ai daquele que ousasse fazer diferente! No mínimo seria considerada estranho, esquisito. E, onde todos fazem a mesma coisa, sentir-se diferente faz parecer que somos nós que estamos errados, que existe um problema conosco! Agora, se já é difícil reconhecer o vazio que se instalou na nossa vida, imagina testemunhar isso acontecendo com que amamos? É muito difícil estar nessa posição, pois se não aprendemos a lidar com essa situação conosco, o que dirá então reconhecer e ajudar alguém a ultrapassar esse aprendizado pessoal?

Vazio existencial

Por isso que estou aqui escrevendo esse artigo para você! Para que justamente você possa ter condições de evitar ao máximo possível que essa situação se agrave e afete toda a sua família, casamento, trabalho... Afinal, ninguém nos ensina sobre esses assuntos na escola. Por isso que eu decidi colocar para você minha experiência de mais de 11 anos na área do Desenvolvimento Pessoal, para que histórias lindas de amor, de harmonia familiar consigam sobreviver aos aprendizados individuais dessa pessoa.

Sem manual

Toda pessoa que não está em paz quer guerra, já dizia o músico Chorão. Quem está perto é certamente afetado e nem sempre saberá o motivo. Até mesmo porque a própria pessoa não percebe o que está acontecendo. Ela não sabe explicar porque está assim. Isso quando consegue falar abertamente sobre esse assunto... Pois o normal é apenas revelar através do comportamento que algo não vai bem. Quando alguém consegue externar que sente uma dor que parece rasgar seu interior, é porque tudo pode ter descambado ao seu redor.

E quem está perto sofre, e muito. Afinal, você ama essa pessoa. Mas, tudo tem limite e então, sem entender o que acontece você começa a atacar algo que não compreende, rotular a pessoa e julgar comportamentos atuais, tornando eles a pessoa em si.

É preciso entender que nem sempre quem está perto de uma pessoa que está se sentindo vazia conhece esses sintomas que revelam que ela está muito longe de viver a sua missão de vida: seus Acordos Espirituais. Por isso é muito importante você compreender que quando alguém não está bem, não está feliz consigo mesmo, isso irá se manifestar através de diversos comportamentos. Essas atitudes são pistas para você reconhecer nela a presença do Vazio se instalando. Desta maneira você passa a ter condições de ajudar essa pessoa, sem se envolver com o aprendizado dela.

Os sinais podem ser Yang, Yin ou Neutro.

Yang:

Passa pela agressividade, pela irritação, rebeldia, não parar em casa, estar sempre na rua, com pessoas, em vez de voltar para casa. Ela tende a encontrar vilões para a sua vida estar assim. Disfarça sua insatisfação se ocupando, fazendo para os outros favores para se sentir viva, amada e útil. Não consegue ficar sozinha... Procura preencher seu vazio com atitudes para os demais, que gostaria que fossem retribuídas do mesmo jeito.

Yin:

A pessoa começa a se apagar, seus olhos não brilham mais, sua postura cai. Junto ao sentimento de vazio, surge a percepção de não ser compreendido, de não conseguir explicar o que sente, mas que apenas é ruim e dói. A solidão se apresenta. Seu comportamento fica introvertido, se sente invisível e desnecessário para as pessoas com quem convive. É comum nesse momento surgirem pensamentos de menos valia, baixa autoestima, inclusive, suicídio. 

Neutro:

Para a pessoa a vida vira uma rotina a ser suportada todos os dias, onde tanto faz para ela o que acontece ao seu redor, ela simplesmente sobrevive, como um zumbi que atravessa as noites vagando... Ela não presta mais atenção ao que se passa ao seu redor. Sua vida fica morna. Sem sentido, mas não muda em nada, segue fazendo as mesmas coisas todos os dias. Sentem falta das emoções, por isso podem buscar se sentir novamente vivos através das drogas, bebidas, festas, abusos na velocidade...

Para quem está perto: o que fazer?

Antes de tudo, você identificou a pessoa em quais sinais? Yang, Yin ou Neutros? Existe algum que seja pior que o outro? Não. Se trata apenas de formas diferentes de reagir ao vazio. Alguns podem apresentar somente alguns, outros um atrás do outro, começando pelo Yang, seguindo para o Yin ou Neutro.

Um ponto é importante a ser observado: o quanto a pessoa mudou a médio prazo. Se você tiver algumas vezes a sensação de não reconhecer essa pessoa, tão grave está o estágio do VAZIO nela.

A paciência é uma virtude necessária nesse momento. Muitas doses de amor e carinho. Estar atento ao que essa pessoa esboça. Aceitar que ela se perdeu de si mesma ajuda a compreender a profundidade dos sentimentos que estão afetando a ela e você por consequência.

Como preencher o vazio?

Para preenchermos o vazio é preciso primeiramente reconhecer que ele existe. Sem antes aceitar a sua presença em sua vida é impossível dar o próximo passo que é buscar alternativas para a sua libertação. Por isso, muitas vezes sozinho será mais difícil e pedir ajuda se torna parte do tratamento.

Preenchendo vazios

Encontrar o sentido da vida, preenchendo ela com significado, compreender o real motivo de ter voltado para cá, o planeta Terra, é fundamental para mudar essa vibração e retomar a sua vida com brilho nos olhos, coração preenchido e fé.

Por isso, é hora de entender porque você nasceu. Encontrar a sua verdadeira missão e, para isso, gostaria de deixar um grande convite para você assistir a Jornada dos Acordos Espirituais que iniciou. Falo nela porque temos altos e baixos, sobre os Acordos em família, nos relacionamentos, na saúde, no trabalho, de vidas passadas... Basta clicar no link abaixo e já começar a assistir.

Participe da Jornada dos Acordos Espirituais

Te convido a preencher a sua vida com significado e torná-la um grande exemplo para quem está aos eu redor. Inclusive, esse material é para ajudar quem está sofrendo com o vazio existencial. Compartilha ele para quem precisa ou apenas contribua para o mundo passando ele adiante...

Até o nosso próximo artigo.

Com carinho,

Aline Schulz. 

Me acompanhe de pertinho nas redes sociais: 

- Facebook: Aline Schulz

- Instagram: @alineschulz