Como superar a dor do luto

Em 01/11/2016 , Comments

A perda de uma pessoa que amamos é a maior dor emocional que podemos sentir. Nada se compara a isso. A morte é implacável, inegociável, imprevisível. Algumas pessoas temem a morte o tempo todo, outras nem pensam nisso, mas não podemos negar o impacto quando ela nos atinge. Só que a morte não é o pior que pode acontecer conosco ou com quem amamos. O pior quem faz somos nós mesmos, quando não aprendemos a lidar com a dor e a perda.

Quando alguém que amamos morre, é como se uma luz se apagasse. O brilho da vida se perde, mas nós não podemos permitir que isso aconteça conosco. O período do luto é extremamente importante e não podemos negá-lo. Cada um vai ter uma forma de lidar melhor com a situação. Mas precisamos estar atentos para que o luto não nos acompanhe o resto de nossas vidas.

Injustiça?

Nós continuamos vivos e é importante celebrarmos a nossa vida e aproveitarmos todas as oportunidades que surgirem de evoluirmos, de melhorarmos como pessoas nessa existência. É comum, principalmente se a morte é de uma criança, jovem ou de uma pessoa muito boa, que pensemos em injustiça, mas devemos pensar que não importa o que façamos, não teremos a pessoa de volta nesta vida. A melhor forma de honrar a vida de quem se foi, é se preocupando com a sua. Cada dia na Terra é único. Viemos aqui para evoluir, para sermos melhores e isso não irá acontecer se ficarmos pensando a maior parte do tempo em quem já partiu ou em formas de aplacar a saudade.

Culpa?

E quando sentimos culpa? Pode acontecer de estarmos brigados ou sem ter contato há muitos anos, e a pessoa morrer. Ou sentirmos que não demos atenção o suficiente, que poderíamos ter feito mais ou ser melhores. Às vezes a culpa é tão grande, que para alguns, morrer é a única solução possível. Mas não é! Não permita que a culpa te impeça de ser feliz. Acalme-se, reflita, pense com clareza e tenha a certeza de que, se nada mais pode ser feito pela pessoa que morreu, você tem muito ainda a fazer por você e pelos que te rodeiam.

Saudade

Não adianta tentar esconder a dor, nem conviver eternamente com ela. É preciso superá-la e isso acontece quando acordamos para a nossa vida. Dê valor ao que você tem hoje. Saboreie os momentos bons da vida, porque você merece estar vivo. Pense com carinho em todas as ocasiões felizes que viveu com quem já partiu. Permita que a saudade seja doce, pois só sentimos saudade de quem ou daquilo que nos fez felizes um dia. Permita-se sentir-se feliz novamente, planeje, realize os seus sonhos. Lembre-se que ser feliz é o que querem todos que nos amam, estejam eles nesse plano ou não.

Pense em quem está vivo

Pense também em todas as pessoas que te cercam. Se você sofre constantemente por uma pessoa que partiu, perceba que há pessoas aqui na Terra para as quais você é muito importante e, se você vive com o pensamento mais no passado do que no presente, elas sentem a sua falta ainda em vida. Mostre o seu amor por elas, dê carinho e atenção, beije, abrace. Para essas pessoas você pode fazer a diferença com o seu amor. Faça valer a pena a sua existência. Viva com propósito!

Com carinho,

Redação Caminho Solar 

 Nos acompanhe de pertinho nas redes sociais: 

- Facebook: Aline Schulz

- Instagram: @alineschulz

- Twitter: @alineschulz 
- Periscope: @alineschulz