Descubra o que você combinou fazer nesta vida, com o Jogo da Autodescoberta:

Jeito inteligente de se livrar dos remédios

Em 10/10/2017 , Comments

O luto é uma experiência dolorosa e se uma pessoa não tiver equilíbrio emocional, passar por essa perda é devastador, pode levar a anos de sofrimento... Foi o que aconteceu com a Adriane Duarte, que ficou sofrendo durante 8 anos, chegando ao ponto de ter que viver à base de remédios! Já pensou que difícil passar por algo assim? Mas a Adriane conseguiu superar a depressão e hoje conta, emocionada, qual foi o caminho que a tirou de tanto sofrimento.

O luto pode se transformar em doença

Após a morte do pai, Adriane ficou muito angustiada. Ela só conseguia lembrar dos momentos tristes por causa da doença que tirou a vida dele. Ela chegava a sentir uma revolta muito grande e todos esses sentimentos combinados viraram uma depressão... Ela não sentia mais vontade de viver, fazia tudo no “piloto automático”... Via os amigos fazendo as coisas e ela estagnada, sem conseguir fazer nada. Chegou ao ponto de ter que procurar um psiquiatra e o resultado é o que acontece com milhares de pessoas: muitos remédios para tomar, na tentativa de se livrar de todos aqueles sentimentos ruins. Foram 8 anos vivendo dessa forma, infeliz e tomando remédios com efeitos colaterais terríveis.

Ela queria viver!

Quando a Adriane conheceu a Amanda Dreher e ouviu falar do método Meditar Transforma, ela sentiu que havia um jeito de sair daquela situação e se encontrar. Sim! Porque ela tinha se perdido, já nem sabia mais quem era, do que gostava, do que não gostava... Ela foi percebendo que tudo o que a Amanda falava e a forma como ela conduzia as meditações iam fazer muito bem para ela e quando finalmente colocou a meditação em prática, tudo começou a mudar. “Eu não queria mais ficar na cama, tinha vontade de levantar, queria ver os cachorros, sair com o Rodrigo (seu namorado)... Eu queria viver!

Ela se livrou dos remédios

Adriane costumava ir ao psiquiatra uma vez ao mês. Na primeira vez em que ela voltou, após começar a meditar, ela finalmente conseguiu dizer para ele “Estou ótima!” e esse sentimento foi inexplicável! O médico disse que não tinha o que passar para ela... Então ela saiu dali sem nenhuma receita, sem precisar comprar um monte de remédios, pois não precisava mais daquilo. Imagina só! Uma pessoa que tomava 13 remédios por dia, durante 8 anos, não precisar de mais nenhum? É bom demais, né? Pensa na sensação de felicidade dela! Os remédios tinham tirado tantas coisas dela! Concentração, felicidade, vontade de viver... A própria liberdade de não tomar remédios. E agora, ela não precisa mais passar por nada disso! E sabe o que é melhor ainda? Todas as memórias tristes que ela tinha do pai, seus momentos convivendo com a doença dele, foram aos poucos sendo apagados, para ficar na memória somente o que deve ser guardado: os momentos felizes!

Veja a própria Adriane, super emocionada, contando a história dela:

Que linda essa história da Adriane, né? Eu fico emocionada sempre, de ver pessoas superando os momentos difíceis... E no caso dela nem foram poucos momentos. Foram 8 anos!! É tempo demais sofrendo por não conhecer um caminho que possa solucionar tantos problemas...

É por isso que eu te peço: se você está passando por isso, não desanime! Tenha forças porque há possibilidade de mudança e isso está ao seu alcance. Participe da 5ª Jornada Meditar Transforma e aprenda com a Amanda um caminho simples e eficiente que vai te ajudar a evoluir, ser uma pessoa melhor, mais equilibrada emocionalmente e com muito mais vontade de viver!

Mas, se não é você quem está sofrendo, e sim uma pessoa que você ama... Compartilha esse link com ela! Conhecer a história de uma pessoa que viveu tudo isso e superou, pode dar o ânimo que ela precisa para procurar ajuda. Eu conto com você!

Forte abraço,

Aline Schulz.